História da tecnologia AFT


O Sistema Intense Pulsed Light consiste numa fonte luminosa de alta intensidade, capaz de emitir uma luz policromática multidireccional, com um espectro situado entre 515nm e 1200nm, (que inclui a luz verde, amarela, vermelha e infra-vermelha), cuja rápida descarga fornece a alta energia necessária para o seu efeito. É usado um filtro para não permitir a emissão de ondas abaixo dos 515nm de modo a limitar a absorção pela melanina em pacientes com pele mais escura. Trata-se de um procedimento não abrasivo, indolor, rápido, sem período de recuperação pós-tratamento e com raras complicações se realizado por especialista qualificado, cuja aplicação mais frequente é o tratamento de discromias induzidas pela exposição solar, já que o seu amplo espectro trata a melanina e os vasos sanguíneos dilatados, embora também tenha sido descoberto que a IPL estimula a produção de colagénio e elastina, o que pode produzir uma melhoria global das rugas existentes. A estimulação com IPL também aumenta a circulação sanguínea e a oxigenação, o que contribui para uma melhor hidratação da pele.

Um dos usos mais comuns da IPL é no tratamento das sardas. Trata-se de lesões pigmentadas benignas, máculas, compostas por um aumento do número de melanócitos

na junção dermo-epidérmica. Aparecem após uma exposição aguda ou crónica ao sol. São as lesões mais comuns induzidas pelo sol. A IPL quebra as células pigmentadas para que os macrófagos as possam fagocitar, processo que normalmente se completa em 10 a 14 dias após tratamento.

Já em 1999, no estudo da autoria de Eman HE et al., os autores avaliaram a resposta ao tratamento (melhoria completa, melhoria parcial ou resistência ao tratamento), de acordo com diversas variáveis, das quais se destacam a idade e o grau de exposição ao sol.

O tratamento com IPL, tipicamente, necessita de 8 a 10 sessões, o que aumenta o custo para o paciente e faz com que alguns enveredem por outras opções terapêuticas, tais como a terapia com LASER (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation).

Uma nova e moderna tecnologia, associada aos novos aparelhos de luz, Advanced Fluorescence Tecnology (AFT) compreende uma fonte de luz selectiva de alta intensidade que converte o ultravioleta (UV) e outros comprimentos de onda mais curtos, geralmente desperdiçados, num espectro de luz visível e funcional, optimizando a emissão de energia. A Equally Distributed 

Fluence (EDF), uma  outra tecnologia de ponta, proporciona picos de luz pulsada com energia mais baixa, no entanto, forma um planalto de fluência homogéneo durante toda a duração da emissão de luz para compensar a diminuição de voltagem do condensador de luz, pelo que não é necessário o arrefecimento das ponteiras de contacto (safiras), podendo encostá-las na pele com mínimos riscos de dano térmico da superfície cutânea. A presença de ambas as tecnologias e de ponteiras maiores faz dos novos aparelhos de luz um procedimento não abrasivo mais seguro e eficaz, já que o melhor aproveitamento da energia resulta num menor consumo da mesma e, consequentemente, num melhor aproveitamento para o operador e para o paciente, já que o primeiro beneficia pelo menor custo da operação e o segundo, pelos resultados igualmente satisfatórios com o mínimo desconforto. Os novos aparelhos, como são visivelmente efectivos por serem multifuncionais, eliminando diversas alterações características do envelhecimento da pele, tais como rugas superficiais, telangiectasias, alterações pigmentares e eritema cutâneo.


A TECNOLOGIA IPL

A tecnologia IPL emprega um filtro que deixa passar o comprimento de ondas a partir da faixa desejada (verde, neste caso). A luz UV, sendo bloqueada pelo filtro, transforma-se em calor, e, consequentemente, é necessário usar altas energias, desperdiçando energia e produzindo aquecimento do punho.

A TECNOLOGIA AFT

A tecnologia AFT emprega dois filtros: o primeiro transforma a luz UV para a luz na faixa desejada (neste caso, verde) e um segundo filtro deixa passar o comprimento de ondas a partir da faixa desejada (verde). O resultado desta tecnologia é a maior produção de energia e o seu maior aproveitamento na faixa terapêutica.

O PULSO AFT

Para gerar um pulso longo, a tecnologia IPL gera vários pulsos curtos de pico alto de energia. A energia média destes pulsos é a energia desejada para o tratamento. Porém, estes picos altos ultrapassam o nível terapêutico e podem causar reacções adversas. O AFT utiliza a tecnologia CWTM (Constant Wave) fornecendo um pulso constante de energia na faixa terapêutica.


A tecnologia AFT é usada em fotorejuvenescimento para a pele e tratamentos de depilação. AFT emite uma luz, de largo espectro não coerente, em vez de um único comprimento de onda monocromático, como um laser. Basicamente, os lasers têm um comprimento de onda (por exemplo: 800 nm) com um alvo muito específico, e o AFT utiliza um amplo espectro de comprimentos de onda, ao mesmo tempo (por exemplo: 500 nm - 1200 nm), que pode ter como alvo qualquer cromóforo nesse intervalo. Consideremos o laser como um sniper que pode acertar com precisão um alvo único com um tiro, e no AFT  como uma granada que atinge vários alvos ao mesmo tempo.

AFT usa filtros especiais que bloqueiam comprimentos de onda indesejados. Os filtros podem ser alterados para “cortar” os comprimentos de onda mais curtos. O filtro adequado dependerá da profundidade do alvo pretendido.

AFT é bem absorvida por cromóforos que têm cor, como a melanina, hemoglobina. 

O filtro usado no tratamento é decidido com base na profundidade do alvo pretendido e a cor da pele. Um filtro de corte mais profundo seria usado para a remoção do pêlo, enquanto que um filtro superficial seria utilizado no tratamento de problemas vasculares, tais como rosácea. 

 

 

"É da responsabilidade dos clientes escolher um profissional experiente, seja honesto sobre a exposição ao sol e siga todas as instruções pré e pós-tratamento."